Notícias sobre o mercado de livros

 

Recuperação no varejo de livros  (01/07/20)

 

Os estabelecimentos varejistas de livros monitorados pela Nielsen venderam 2,7 milhões de cópias e faturaram R$ 109 milhões com a venda de livros, entre os dias 18 de maio e 14 de junho. Comparado com o mesmo período do mês anterior, houve um crescimento de 32% em número de exemplares e de 31,4% em faturamento.  No entanto, quando comparado ao mesmo período de 2019, houve uma queda de 5,15% em volume e de 3,16% em valor.

Veja artigo publicado pela Publishnews analisando o tema:     "Varejo vive rota de recuperação"

 

Queda na venda de livros nas livrarias físicas (29/06/20)

 

A participação das livrarias físicas nas vendas de livros  vem caindo ano a ano, tendo atingido 41,7 %  em 2019, conforme mostra a Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, que a Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e a Nielsen Books divulgaram dia 8 de junho passado. Mas, o mais preocupante é que o espaço deixado pelas livrarias não está sendo ocupado pelas vendas on line. Além disso, a crise da pandemia vem agravando ainda mais essa situação.

Veja artigo publicado pela Publishnews analisando o tema:       "Cada livraria condensa o mundo"

 

envelope.png
Cadastre-se aqui para participar dos sorteios de livros e receber informações mensais sobre lançamentos e obras em  destaque